cirurgião plástico

Entenda a importância do diálogo com o Cirurgião Plástico para um resultado satisfatório

A relação entre médico e paciente deve ser movida por muito diálogo, seja em situações de saúde ou estética. O cirurgião plástico lida com as expectativas daqueles que desejam melhorar a aparência. E é por isso que o profissional tem o dever de ouvir e esclarecer todas as dúvidas, para que o resultado seja o mais satisfatório possível.

A cirurgia plástica é um importante recurso da medicina, capaz de proporcionar bem-estar com a própria imagem, favorecendo a autoestima e a autoconfiança. Mas, são muitos os motivos que levam as pessoas a querer uma operação estética.

Portanto, além de apresentar as informações relativas ao procedimento, o médico tem um papel importante de ajudar o paciente a entender o tipo de mudança que será mais harmônica e natural para seu corpo.

Entenda mais sobre o assunto, a seguir.

Confiança no cirurgião plástico

O primeiro passo para um resultado satisfatório é ter confiança no médico escolhido. Isso muitas vezes é conquistado por meio da cordialidade e da empatia que o profissional demonstra com a pessoa que chegou até ele.

Ou seja, é alguém que entende das “dores” do paciente e que tem conhecimento para orientar sobre o melhor caminho.

Por exemplo, a cirurgia de aumento de mamas é um desejo de muitas mulheres. Mas, sabia que a escolha do tipo de prótese e do volume a ser colocado não é exclusiva da paciente?

O cirurgião deve levar em conta o que se deseja, mas irá se basear na análise da saúde e da constituição física do paciente, em nome da naturalidade do resultado.

Além disso, confiança se ganha com sinceridade. Assim, cabe ao profissional expor também os riscos e possíveis complicações relativos ao procedimento cirúrgico.

Checklist básico dessa relação

  • O cirurgião é experiente, qualificado e está devidamente registrado em sua especialidade;
  • O atendimento no consultório/clínica, incluindo na recepção, é amigável e respeitoso;
  • Existe liberdade para fazer perguntas, mesmo as que você achar “bobas”;
  • O médico consegue explicar sobre o que fazer para um resultado visualmente mais harmônico;
  • O profissional esclarece dúvidas sobre todo o processo, incluindo pré e pós-operatório.

Perguntas dos dois lados

Diálogo é interação, não é mesmo? Essa troca de informações torna o atendimento personalizado, um ponto essencial para resultados que agradam de verdade.

Por mais que o especialista domine as técnicas, ele sabe que cada paciente é único. Portanto, durante uma consulta, tanto o cirurgião quanto o paciente devem falar, fazer perguntas e serem ouvidos.

Possíveis dúvidas do cirurgião plástico

  • Por que você quer fazer a cirurgia?
  • O que está te incomodando?
  • O que você espera do procedimento?
  • Já fez alguma cirurgia antes?
  • Está em tratamento de alguma doença?
  • Faz uso de quais medicamentos?
  • Fuma? Bebe?
  • Como é seu estilo de vida, sua alimentação?
  • Existe algum histórico de doenças na família?
  • Algumas dúvidas do paciente
  • Como é a cirurgia?
  • Como é a anestesia?
  • Qual é o tipo de prótese ideal para mim?
  • Como é possível ficar natural com a plástica?
  • O que devo e não devo fazer antes e depois do procedimento?
  • Posso amamentar se colocar silicone?
  • Como é a cicatrização?
  • Quantos dias tenho que ficar afastado (a) do trabalho?
  • Quais são os riscos da cirurgia?

Essas são apenas algumas questões que podem ajudar no diálogo entre paciente e cirurgião plástico. Com uma relação de confiança mútua estabelecida, as chances de satisfação com o procedimento são sempre maiores.

Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp