silicone

Tudo que você precisa saber sobre próteses de silicone

O implante de silicone para aumentar os seios é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Engana-se, porém, quem pensa que a prótese não pode ser utilizada em outras partes do corpo. Glúteos, panturrilha, braços e até queixo podem receber o material. Antes de submeter-se a esse tipo de procedimento, obtenha algumas informações.

Próteses de silicone não são todas iguais

No caso de aumento das mamas, a mulher pode optar pelo modelo redondo, que projeta o colo, dando um aspecto mais sexy e maior; cônico, que deixa os seios mais bicudos, portanto, mais artificial; e anatômico, também conhecido como prótese em forma de gota.  

Além do tipo, a localização também é diferente. O plano pode ser subglandular, quando a prótese fica embaixo da glândula e acima do músculo; subfascial, quando o implante é colocado embaixo da fáscia muscular, uma capinha que recobre o músculo; submuscular, quando o músculo dá apoio à prótese e a esconde, proporcionando um resultado mais natural e minimizando a queda da mama com o tempo; e duplo, cuja colocação é mista, isto é, a maior parte fica abaixo do músculo e uma pequena parte abaixo da glândula.

Amamentação e diagnóstico de câncer

Essas são duas dúvidas bem comuns nos consultórios. A cirurgia de prótese de mama não afeta a amamentação, uma vez que o espaço ocupado pela prótese não viola as glândulas e os ductos que produzem e armazenam o leite materno. O diagnóstico de câncer também não fica prejudicado, portanto, todas as mulheres devem fazer o autoexame e a mamografia periodicamente.  

É porque minha amiga fez assim e ficou bom

O que funcionou para sua amiga não necessariamente funcionará para você. Isso quer dizer que o cirurgião fará uma análise de seu corpo, destacando dados e medidas precisas, principalmente de seu tórax, para verificar o tamanho de prótese ideal. Trocando em miúdos: cada caso é um caso. A troca também é relativa, ou seja, o material deve ser examinado com frequência e, caso se apresente intacto, não há necessidade de substituir.  

É coisa de homem também

O público masculino está cada vez mais vaidoso e isso reflete, inclusive, na colocação de próteses. Essa técnica, porém, é mais antiga do que se pensa, a diferença é que antes só era utilizada para casos de reparação de doenças congênitas, por exemplo. Atualmente, é a estética que dita o tom. O material masculino é, obviamente, diferente do feminino, mais quadrado e com um silicone mais duro.

Pós-operatório não é frescura

Terminada a cirurgia, a mulher deve seguir à risca uma série de recomendações, que incluem alimentação balanceada, uso de roupas e acessórios específicos, limitação da prática de atividade física, abandono do cigarro, uso de certos medicamentos e repouso. De modo geral, os seios desincham consideravelmente após seis meses do procedimento. O resultado final, no entanto, só vai aparecer cerca de um ano depois da colocação de silicone.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião plástico em Patrocínio.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp