mentoplastia

Mentoplastia: o que é esse procedimento e quais são as indicações?

A mentoplastia é uma cirurgia plástica que tem como objetivo harmonizar a região do queixo. Ela é procurada por pessoas que têm o queixo muito projetado ou mais retraído.

Essa característica da face costuma mexer com a autoestima de muitos pacientes. Por isso, é muito procurada como procedimento estético. No entanto, a cirurgia também pode melhorar algum aspecto funcional do maxilar, se houver necessidade.

Neste artigo, vamos explicar o que é a mentoplastia e para quem esse tipo de cirurgia plástica é indicada. Não deixe de ler!

O que é a mentoplastia?

A mentoplastia também é conhecida como cirurgia ortognática. Ela tem esse nome pois “mento” é o nome científico dado ao queixo.

A cirurgia ortognática corrige problemas e imperfeições na região que envolve a mandíbula, o pescoço e a parte da face abaixo do nariz.

O alinhamento da região será analisado pelo cirurgião e, a partir dessa análise, são definidas as correções, que podem ser destinadas a aumentar ou reduzir a região.

O médico também observa se o que ocorre é uma deformidade esquelética ou se o mento encontra-se apenas projetado ou retraído.

A partir de um estudo sobre o caso do paciente, é definido tipo de cirurgia. A cirurgia plástica do queixo pode ser classificada como:

  • mentoplastia de aumento — quando o queixo é retraído, ou seja, quando o maxilar superior fica muito à frente dos dentes de baixo;
  • mentoplastia de redução — quando o queixo é projetado para frente, isto é, quando os dentes inferiores ficam projetados em relação ao maxilar superior.

Em alguns casos, pode ser necessária uma associação da cirurgia do queixo a procedimentos no nariz, a fim de equilibrar as proporções faciais.

A recuperação desse tipo de plástica vai depender do fato de ela ser de redução ou de amento, pois cada uma delas é feita segundo técnicas específicas. Quando há implante ósseo, a região precisará ficar imobilizada durante alguns dias.

Quem deve fazer a mentoplastia?

A cirurgia ortognática é recomendada para fins estéticos e corretivos. Além de melhorar a autoestima, ela ainda pode resolver problemas de mastigação e respiração.

Para fins estéticos, ela é indicada para quem quer corrigir o alinhamento do queixo em relação à mandíbula superior. Esse tipo de harmonização facial vem melhorando a qualidade de vida de muitas pessoas.

No entanto, ele só é indicado para indivíduos que já estejam com a formação óssea do rosto completa. Por isso, só deve ser feita após os 17 anos, quando os ossos da face já se desenvolveram o suficiente, e após o uso de aparelhos nos dentes por cerca de dois anos.

Além disso, para a realização desse tipo de procedimento, a pessoa precisa estar com a saúde em dia. Caso o paciente esteja doente, com alguma virose ou outra doença respiratória, pode ser que o médico espere a recuperação para fazer essa intervenção cirúrgica.

O médico também pode solicitar que o paciente tabagista pare de fumar antes e depois da mentoplastia. É importante conversar com o cirurgião responsável e tirar todas as dúvidas sobre o procedimento antes de realizá-lo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião plástico em Patrocínio.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp