lipoaspiração

Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?

Uma dúvida muito comum na hora de optar por cirurgias modeladoras é qual o tipo de cirurgia mais indicado para o seu corpo. Nesse artigo, vamos esclarecer as diferentes entre lipoaspiração e lipoescultura para que você entenda melhor sobre cada um dos procedimentos e suas indicações.

Boa leitura!

O que é lipoaspiração?

A lipoaspiração foi introduzida na medicina pelo médico Yves Gerard Illouz, em 1980. Desde então, as técnicas dessas cirurgias vêm se aperfeiçoando ao ponto de a lipo se tornar um dos procedimentos mais importantes na cirurgia plástica. 

Existem vários tipos de lipoaspiração e todos eles buscam a eliminação de depósitos de tecido gorduroso localizado, aquela famosa gordurinha que se torna muito difícil de perder sem o auxílio de procedimentos cirúrgicos. Para tanto, é utilizada uma cânula com aspirador que remove a gordura. Com isso, o contorno e as proporções do corpo se tornam mais harmônicas, alcançando bons resultados.

Pessoas que possuem excesso de gordura ou de pele, mais localizado ou até geral, podem se beneficiar do procedimento. Ele também atua no tratamento contra a celulite. Existem diversos tipos de lipo, como lipoaspiração assistida por ultrassom, por pressão, por VASER e por laser, porém, todos eles envolvem quebra e aspiração da gordura. Após a cirurgia, a região operada fica inchada por alguns meses, apenas depois desse período que os resultados serão vistos de forma plena. 

O que é lipoescultura? 

A lipoaspiração retira a gordura localizada e parte ou toda ela pode ser injetada em outras partes para aumentar o volume. Este processo em que se retira gordura de áreas com excesso e se coloca em áreas com perda de volume é o que chamamos de Lipoescultura. Por exemplo, se retira gordura do abdômen e das costas e depois a reutiliza para aumentar o volume das nádegas ou fazer preenchimento na face.

Como escolher entre lipoaspiração e lipoescultura?

Vale ressaltar que essas cirurgias não excluem a prática de exercícios físicos e alimentação saudável, sendo esses essenciais para manter os resultados da cirurgia realizada. Ademais, ambos são procedimentos cirúrgicos e, como tais, são passíveis de riscos e complicações. Entretanto, eles são raros de acontecer e os benefícios são muito maiores quando a cirurgia é bem indicada. Com a harmonização dos parâmetros corporais, a pessoas se sente mais bela e a autoestima é elevada. 

Para identificar qual é a melhor opção para seu caso, busque auxílio do médico especialista. Ele fará uma avaliação clínica e poderá fazer uma abordagem mais pessoal, dentro de suas necessidades. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião plástico em Patrocínio.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp