lifting facial

Tudo que você precisa saber sobre o lifting facial

Se o seu sonho é ficar livre das rugas e da flacidez que comprometem a boa aparência da cútis, uma das soluções que podem ajudar é o lifting facial. Trata-se de um procedimento que permite resultados evidentes e com longa duração!

A ritidoplastia, como essa cirurgia também é conhecida, consegue atenuar, entre outras coisas, a perda de sustentação dos tecidos da face, os vincos profundos da região central da face, como o “bigode chinês”, as “linhas de marionete” e as “bochechas de bulldog”, bem como melhora da papada e do pescoço;

 Neste post, conheceremos um pouco mais sobre o procedimento. Confira!

Como funciona o procedimento?

A cirurgia pode ser realizada por meio de sedação intravenosa com anestesia local ou anestesia geral. 

No lifting tradicional  o corte começa no couro cabeludo na região temporal, continua em frente e por trás da orelha e termina na parte inferior do couro cabeludo – permite acesso e tratamento da flacidez de toda a parte média e inferior da face bem como do pescoço. Existem também técnicas menores como o Minilifting, para tratamento de flacidez menos acentuadas, e o Lifting cervical, no qual se trata o pescoço isoladamente. As incisões são fechadas com suturas e cobertas com curativo.

Como é a recuperação após o lifting facial?

O pós-operatório exige muita paciência e cautela por parte do paciente. É preciso permanecer de repouso por cerca de 10 a 15 dias, além de realizar drenagens linfáticas diárias e prestar atenção aos cuidados com a cicatrização dos pontos, que envolve o couro cabeludo, as orelhas e o pescoço.

É normal que nos primeiros dias o rosto fique inchado e com áreas arroxeadas, então, não precisa se assustar. Em duas semanas, mais ou menos, os resultados começam a aparecer. É nesse período que os hematomas estão sumindo. Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.

O médico orientará o paciente sobre o uso de medicamentos (tópicos e orais) para ajudar na cicatrização e reduzir o risco de infecção. É indispensável usar protetor solar e evitar exposição ao sol. 

E aquele papo de que a pessoa fica com a aparência artificial, com a pele “puxada”? Trata-se de um mito, pois, atualmente, as técnicas permitem eliminar o excesso de pele e, ao mesmo tempo, remodelar toda a estrutura do rosto, inclusive músculos e gordura. 

Um procedimento complexo e sério como esse deve ser feito por um cirurgião plástico especialista na área. Ainda, sempre que possível, converse com outros pacientes, esteja preparado para discutir questões sobre o pré e o pós-operatório e, não menos importante, só se submeta ao lifting facial quando sentir-se plenamente seguro.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião plástico em Patrocínio.

 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp